O Brasil está com medo

17/02/2018

O cidadão brasileiro está sendo vítima de manipulação psicológica, a sociedade está cada dia mais doente.   

 Brasil
Foto divulgação

Por Olheinfo – A segurança pública é caótica! O processo de gestão adotado pelo Sistema Público é que não funciona, é um processo doentio que se busca estabilidade, pouco trabalho e mais ganho; até o limite da doença que é o ganho pessoal e o egoísmo da corrupção – o querer para si o que é de todos. Delegacia, polícia, tribunal, penitenciária, hospital... nada funciona corretamente. O sistema público é paternalista, é lento – ele demora a responder o processo ineficaz de avaliação e controle; premia muito e não pune com eficácia.

 

O Regime Militar é efetivo, funciona – treina, avalia, adequa, premia e pune! Começando pela padronização do uniforme, pelo respeito à hierarquia, preparação física, preparação psicológica, técnica e profissional; à velocidade de adequação, ao processo de premiação de cargos e salários e a punição (disciplinar, prisão ou expulsão).

 

A verdade é que “tudo mundo quer ir para o céu, mas ninguém quer morrer” – Raul Seixas. Foi inserido e está enraizado na cultura do brasileiro o ter para si. A minoria, um percentual bem resumido, abriria mão de um pouco do seu ganho ou um pouco mais de dedicação ao trabalho para obter uma sociedade melhor, um futuro melhor. Quantos por cento dos brasileiros pensam no futuro da nação ou no futuro dos seus netos? Os jovens estão se isolando e pensando na ideologia de gênero etc. Estão experimentando uma falta de oportunidades de crescimento e contentando-se com os aplicativos.


O Brasil está passando por uma degradação social, resultado da cultura infiltrada e propagada nos últimos anos – a cultura egoísta e corrupta que está regendo a política brasileira. O patrimônio público está sendo dilapidado! Os recursos de sustentação básicos para manter a saúde, a segurança e a educação são desviados; com isso, o cidadão acaba pagando com a própria vida. Sem falar na falta de investimento para crescer e ser um país mais competitivo, o qual o Brasil tem capacidade para ser.

 

Têm políticos e servidores que querem o dinheiro público para campanhas e para sustentar e ostentar luxos no exterior (se o dinheiro fosse gasto no próprio país...). Muitos brasileiros ganham o mínimo para sustentar a maioria, que ganha o máximo e nada fazem pelo país; sequer pagam seus impostos. O cenário social é caótico – cada qual luta por si, uma sociedade desunida, desarmada, enfraquecida psicologicamente e com medo. Todo esse cenário foi implantado subliminarmente na sociedade, de forma consciente ou não, para beneficiar os governantes; o resultado disso é péssimo para os cidadãos e para o Estado.


Por Paulo Eduardo Dubiel
Executivo em Gestão de Marketing & Negócios, Esp.